pixel facebook

Dados e Análises

Analisar os resultados de campanhas digitais é tão importante quanto fazer os anúncios. Certamente é possível melhorar processos, fluxos de trabalho e fazer ações mais assertivas com base nas informações obtidas em relatórios. Assim, é a partir deles que você verifica os pontos positivos e pontos a melhorar, o alcance de uma ação, quantos usuários visitaram o site, o número de interações, conversão de vendas, etc. O mais interessante é que essas análises podem ser feitas enquanto as campanhas digitais estiverem no ar, podendo ser alteradas para obter melhores resultados. As empresas que gerenciam com eficiência esse conhecimento passam a se diferenciar no mercado competitivo. É praticamente impossível ter campanhas digitais 100% efetivas, mas ter KPIs (indicadores de performance) bem definidos é o segredo para saber exatamente o que precisa ser medido, além de comparar os resultados de campanhas digitais em relação aos períodos anteriores para obter insights na hora de buscar novas ações. Separamos 05 dicas para você começar hoje mesmo a mensurar os resultados de campanhas digitais da sua empresa. 1. Avalie o número de leads e a taxa de conversão de tráfego Análises semanais, quinzenais ou mensais certamente podem ajudar a identificar os obstáculos que prejudicam sua taxa de conversão de...

O Google Analytics é, certamente, a ferramenta mais usada para qualquer profissional de marketing digital. Mas a cultura da análise de dados em marketing começou um pouco antes, no início dos anos 2000, com o Google Adwords (rebatizado para Google Ads). E com essas novas ferramentas, os profissionais de marketing passaram a ter acesso a uma infinidade de informações dos usuários. A partir de 2005, principalmente com o lançamento do Google Analytics, consolidou-se a mensuração e análise de dados. E assim, sua aplicação no marketing. Portanto, mais de uma década depois do lançamento dessa extraordinária ferramenta, temos um novo desafio: como identificar quais métricas são realmente importantes para seu negócio. Dessa forma, são tantas informações e tantos cruzamentos possíveis de métricas que a maior habilidade necessária para o gestor de marketing é conseguir contextualizar todas essas informações e embasar a tomada de decisão. Quais relatórios acompanhar no Google Analytics? Para se familiarizar com os relatórios do Google Analytics, uma dica valiosa é a seguinte: comece sempre pela Visão Geral. Atualmente, o Google Analytics é dividido em 5 partes: Tempo Real, Público, Aquisição, Comportamento e por fim, Conversões. Fizemos um breve resumo de cada um deles, para facilitar sua localização nessa infinidade de informações. Como falamos acima,...

Com a quantidade de informações em cada página da internet, as campanhas digitais sempre tem um grande desafio: como fazer com que o usuário siga o caminho desejado? Assim, é frustrante quando você está tentando efetuar uma compra e não sabe como ir adiante. Isso acontece porque o site que você está navegando não fez um bom CTA. Além da preocupação com a performance, a primeira funcionalidade do CTA é criar uma boa experiência de usabilidade para o usuário. O que é um CTA? CTA é uma "chamada à ação" ou, em inglês, "call-to-action". Portanto, os CTA's podem ser botões, imagens ou links simples. O importante é que ele cumpra bem o seu papel de levar o usuário para o próximo passo em sua jornada de compra. Primeiramente, temos que lembrar que na internet a quilometragem do usuário são os cliques. Tem-se que levar o usuário aonde ele quer com o menor número de cliques possíveis. Como fazer um CTA corretamente? Um importante componente de um CTA de sucesso é sua composição gráfica. Dessa maneira, é muito importante que o botão, link ou imagem se destaque no contexto da página. Por isso o uso das cores corretas é muito importante. Outro fator determinante para o sucesso...

O teste A/B é um método de teste que implica em fazer duas versões para um mesmo anúncio, e-mail marketing ou landing page e comparar seus resultados e identificar qual obteve melhor desempenho. Por exemplo: para um anúncio de emprego no Facebook, pode ser feito uma versão de anúncio onde o nome da vaga é colocada em destaque e em segundo plano a remuneração. Esta seria a versão A. A versão B pode ter a remuneração em maior destaque e o nome da vaga em segundo plano. Essa seria a versão B. Outra boa aplicação para o teste A/B é no disparo de e-mail marketing. Você pode fazer um disparo no horário comercial e outro disparo após o expediente e comparar os resultados. Aproveite e confira algumas dicas que já demos no nosso blog para melhorar o desempenho de suas campanhas de e-mail marketing. Mas é importante que os dois testes estejam em exposição isonômicas de tráfego. Ou seja, mesmo orçamento diário no caso de anúncios ou mesmo tamanho de público para o disparo de e-mail marketing. Do contrário, o teste pode ser comprometido. Portanto, dê bastante atenção a isso. Onde utilizar o teste A/B? Muitas ferramentas de automação de marketing digital, tal como o Mailchimp, RD Station...