pixel facebook

Como escolher um CRM: confira nossas dicas

Como escolher um CRM: confira nossas dicas

Como escolher um CRM: confira nossas dicas

Muitos empreendedores que estão estruturando o seu processo de vendas desejam saber como escolher um CRM para a sua empresa. A verdade é que não há apenas uma maneira para isso ou um único fator a ser analisado. É preciso considerar as necessidades e as especificações de cada negócio. Para auxiliá-lo nessa jornada, selecionamos três características que todo CRM deve ter. Continue lendo e saiba como escolher um CRM!

Como escolher um CRM?

Veja o que você precisa considerar e aprenda como escolher um CRM para a sua empresa!

Analise a sua empresa

Para saber como escolher um CRM, você precisa saber tudo sobre a sua empresa. De nada adianta selecionar um ótimo CRM que só atende 10 pessoas tendo 100 na sua equipe. É como se você fosse comprar uma roupa online: você precisa saber exatamente as suas medidas para não comprar uma errada! Nada mais chato do que esperar dias para as peças chegarem e perceber que nenhuma é do seu tamanho, não é?! O mesmo ocorre com o CRM.  É preciso saber quais são as reais necessidades da sua empresa para escolher o ideal.

Para isso, recomendamos que você responda a algumas perguntas:

  • Quantos colaboradores usariam a plataforma?
  • Qual é o porte da minha empresa?
  • Como o meu processo de vendas está estruturado?

Assim, você evitará a aquisição de uma plataforma inadequada para a sua equipe. Vale ressaltar que, se você está abrindo a sua empresa agora e ainda não conta com todas as respostas, não há problemas. Faça uma previsão do crescimento do negócio de forma realista e utilize esses dados. Após colher esses dados sobre o seu negócio, é hora de analisar o CRM.

Acesso remoto

Dentro da nova realidade de home office que estamos vivendo, em que muitas empresas, mesmo após a pandemia, irão aderir ao trabalho remoto, é preciso pensar na acessibilidade das ferramentas. Em geral, a plataforma é disponibilizada em nuvem, o que proporciona acesso universal a todos que contam com um login e com internet. Além disso, também é interessante investir em um CRM que tenha uma versão para dispositivos mobiles. Assim, a sua equipe terá acesso integral a todos os dados dos clientes, independentemente de estarem na empresa, em casa ou indo para uma reunião.

Personalização dos processos

Uma empresa que faz vendas B2B, por exemplo, conta com um processo muito diferente das B2C, o mesmo vale para as vendas complexas. Por isso, para saber como escolher um CRM, deve-se pensar na personalização dos processos. Busque uma plataforma que permita a configuração facilitada, possibilitando o uso de diferentes métricas ou estratégias de venda. Recursos personalizados são interessantes para as equipes que precisam de mais flexibilidade para os seus processos.

Relatórios

Esse, na nossa opinião, é um requisito muito importante que um CRM deve ter: gerar relatórios. A partir da geração de documentos que detalham todos os processos, é possível identificar falhas e gargalos nas vendas e corrigi-los para alcançar mais resultados. Faça testes e saiba como escolher um CRM ideal para o seu negócio! Agora que você já sabe o que considerar, é hora de começar a escolher os que se encaixam no seu negócio. Lembre-se de analisar as características da sua empresa para isso. Após escolher os melhores CRMs, faça testes. A grande maioria das plataformas oferece períodos gratuitos por alguns dias. Há ainda aquelas que são gratuitas com algumas limitações, como é o caso da HubSpot.

Peça para os seus colaboradores de confiança testarem a plataforma e a incorporarem às suas rotinas, para saber se eles irão se adaptar e para identificar os pontos positivos e negativos de cada um. Lembre-se de que esse teste deverá ser feito tanto pelo setor de marketing quanto pelo de vendas, buscando integrá-los. Após o período de validação, veja as considerações de cada um sobre as plataformas e escolha a melhor para a sua empresa. Agora que você já sabe como escolher um CRM, que tal entender o novo perfil do consumidor para vender mais?

 

Leia mais no blog da WE3: