pixel facebook

Estratégias de Marketing diante a pandemia da Covid-19

Estratégias de Marketing diante a pandemia da Covid-19

Estratégias de Marketing diante a pandemia da Covid-19

A pandemia de Covid-19 exige novas estratégias. Vivemos um clima de instabilidade, o que tem gerado mudanças drásticas em hábitos pertencentes a diferentes partes de nossas vidas. Dessas, as duas mais afetadas certamente são saúde e trabalho.

Estratégias de marketing resiliente à Covid-19

Além dos riscos trazidos pela disseminação do vírus, a incerteza e a necessidade de isolamento social frearam a economia ao redor do mundo. Isso tornou esta fase muito delicada para as finanças da maioria das pessoas. Consequentemente, o comportamento do consumidor não é mais o mesmo que o de há seis meses atrás. Isso obriga empresas e marcas a reverem suas estratégias de marketing para a pandemia de Covid-19.

Esta é a hora de planejar e tomar algumas ações. Ainda é tudo muito novo e incerto, por isso, fazer previsões definitivas agora seria equivocado. Mas, com base no que temos vivido, podemos delinear as bases de novas estratégias para empresas ou marcas que as tornem capazes de se adequar a um novo cenário e a um novo comportamento do consumidor, que ainda deve perdurar. Afinal, uma estratégia de marketing também pode ser resiliente e se adaptar às adversidades, com o intuito de tirar os melhores resultados possíveis da situação.

Entender as novas necessidades do consumidor causadas pela Covid-19 é a primeira das estratégias

A primeira e mais importante medida para traçar uma nova estratégia durante a Covid-19 é entender o comportamento atual do consumidor e como suas necessidades têm mudado. Num cenário incerto, a tendência é que isso varie de acordo com os diferentes status de incidência do vírus e a economia. Assim, é preciso que as empresas ou marcas tomem decisões mais humanas, contemplando as dificuldades pelas quais seus consumidores estão passando. Será capaz de fechar negócio aquela que demonstrar empatia com a situação do consumidor e lhe oferecer mais flexibilidade.

De modo geral, as pessoas têm procurado duas coisas durante esta fase: ajuda e alívio, para que tenham um pouco de distração e alegria em meio às adversidades. Por isso, a empatia é muito importante. Ela oferece ao consumidor uma dose de ajuda, capaz de aliviar um pouco sua angústia. O produto ou serviço é o portador da distração ou da alegria. Este não é um momento para empresas ou marcas comunicarem-se como uma organização. Agora tudo se trata de seres humanos em um contexto difícil. Estabelecer esse tipo de diálogo com o consumidor, seja por redes sociais, sites ou relacionamento, é uma estratégia profícua e insubstituível.

Próxima das estratégias: demonstrar empatia com sua situação financeira e entregar flexibilidade

É possível empresas ou marcas promoverem engajamento neste momento. Isso consiste em uma das estratégias para a pandemia de Covid-19 baseada na premissa da empatia citada anteriormente. Trata-se de ajudar as pessoas a terem confiança e aliviarem suas preocupações em relação à insegurança financeira.

Um dos principais desafios é: de que forma responder ou resolver as preocupações mais urgentes dos consumidores? Isso pode ser feito através do serviço de relacionamento e com conteúdos explicativos, que sejam capazes de ajudar os usuários em suas transações digitais. Também, oferecendo mais facilidades via aplicativos e deixando claro que a empresa ou marca está a postos para sanar dúvidas e ajudar quando precisar.

Da mesma maneira, é preciso entregar flexibilidade. Ela gera mais estabilidade e segurança às pessoas. Assim, consumidores ansiosos em cumprir com suas obrigações financeiras adquirem mais confiança para fechar negócio. Essa flexibilidade pode ser entregue por meio do adiamento de pagamentos para clientes antigos ou atraso de primeiros vencimentos para clientes novos. E sempre com a possibilidade de se negociar individualmente soluções personalizadas em casos de maior necessidade.

O conteúdo certo para alcançar os clientes na hora certa é a principal das estratégias de marketing

Nesta fase, abordar o consumidor no momento certo de sua jornada de compra tornou-se imprescindível. Não há espaço para erros. E, claro, é preciso também abordar com a mensagem apropriada. Com mais tempo disponível, o consumidor tende a permanecer mais tempo online e consumindo mais conteúdo. Isso abre a brecha para que sua empresa ou marca o alcance, se tiver visibilidade. Só se constrói visibilidade com conteúdo de qualidade. E essa estratégia imprescindível é realizada por uma agência de marketing, com base em seu know-how anterior e no que acontece agora. Esse timing de abordagem online do consumidor é um dos grandes trunfos para o cenário em que vivemos.

Finalizando, um planejamento estratégico flexível e escalável

O momento é principalmente de planejamento estratégico , sem perder de vista as ações imediatas que são possíveis e inteligente tomar. Sabemos que tudo muda o tempo inteiro, mas temos motivos para acreditar que as coisas não voltarão a ser como antes de uma hora para outra. Por isso, nossos planos precisam ser flexíveis e escaláveis, capazes de se adaptarem aos possíveis cenários e aos possíveis comportamentos de consumidores cada vez mais cautelosos. A incerteza não pode nos paralisar e a crença num futuro próspero deve persistir.