pixel facebook

Cenários pós Covid-19 Tag

Muitos dizem que o passado é a maior fonte de lições. Mas será que, no caso desta crise 2020, é realmente possível se espelhar nele para prever suas consequências? O que sabemos é que vivemos um contexto praticamente inédito. Mesmo assim, não é preciso procurar muito para encontrar comparações com a crise 2008 que, na maior parte das vezes, são simplistas. Neste texto, vamos entender um pouco por quais motivos. Todos estão enfrentando imensos desafios neste ano. As pessoas em seu dia a dia, com suas finanças. As empresas tentando driblar as consequências iniciais da crise e se preparar para as futuras. Esses desafios não são familiares para ninguém, por isso, demandam soluções inéditas. E, para as empresas, adequar-se às demandas do consumidor é algo a ser feito com muito mais rapidez e dedicação do que antes considerado. Contexto da crise de 2020: uma visão abrangente Partindo de uma visão macro, sabemos que cada local está conseguindo lidar de determinada maneira com a crise 2020 e suas consequências. Sejam países ou regiões de países, os níveis de desenvolvimento influenciaram muito, em um primeiro momento, no combate ao vírus. E o mesmo já está acontecendo com relação às suas consequências econômicas. Em locais de...

As incertezas geradas pela pandemia de Covid-19 exigem estratégias. Por isso, devemos nos perguntar sobre o que vem depois. Neste texto, apresentamos 3 horizontes possíveis para que empresas e marcas possam delinear suas ações. Eles são resultado de pesquisas e projeções da Nielsen. Suas hipóteses partiram de dados sobre o comportamento do consumidor europeu e foram aplicadas nos mercados da China e Coreia do Sul. Isso porque esses países estão mais avançados no cronograma da pandemia, saíram há algum tempo do isolamento e já vivem o chamado “novo normal”. O novo comportamento do consumidor é a chave para projetar horizontes Justamente com o intuito de projetar horizontes, muitos analistas acabam estabelecendo comparações do momento atual com as consequências da crise financeira de 2008. Porém, as duas situações são muito diferentes. Em 2008, não havia milhares de pessoas morrendo diariamente, milhões trancadas em casa indefinidamente e negócios não eram obrigados a fechar suas portas. Por isso, a pesquisa ressalta que o novo comportamento do consumidor é a chave para projetar o que acontecerá com os mercados depois da pandemia de Covid-19. Agora, o mundo está sendo recalibrado e os hábitos de consumo estão acompanhando esse ritmo acelerado de mudanças. Transformações que, em condições normais,...