pixel facebook

Mercado E-commerce Tag

Para que a sua empresa consiga oferecer o melhor para o cliente e ainda venda mais, é preciso saber mais sobre o novo perfil do consumidor. Ao longo dos anos, o modo de fazer compras sofreu grandes mudanças. Atualmente, o consumo digital tem se destacado e ganhado cada vez mais espaço. De acordo com o E-commerce Brasil, portal especializado em lojas virtuais, 35% dos consumidores começaram a realizar compras online ou aumentaram a quantidade de produtos e serviços adquiridos durante a quarentena. Assim, surgiu a Geração N, que é altamente conectada e exigente em relação a tudo o que consome. Continue lendo o nosso post e saiba mais sobre esse assunto! Conheça o novo perfil do consumidor A Geração N, também chamada de Novel, é uma representação do novo perfil do consumidor. Ela teve origem a partir da Geração C, de Conectada, que não é definida por faixa etária, como são as outras, mas sim pelo uso constante da Internet para consumir conteúdos e se relacionar. Com a pandemia da Covid-19 e o isolamento social, a relação entre a Geração C e a Internet ficou ainda mais forte, o que fez surgir a N, que faz até mesmo suas compras online. É...

O consumidor brasileiro tornou-se um adepto do e-commerce. Atualmente, nosso país lidera o ranking da América Latina nesse setor. Contudo, ainda existem muitas oportunidades de crescimento, poque a fatia de vendas online da região corresponde a apenas 2,7% do total global.Segundo pesquisa da Nielsen Brasil, a venda online de bens não-duráveis foi o principal responsável pelo crescimento desse mercado em 2019. Para se ter uma ideia, pedidos do segmento de alimentos e bebidas cresceram 82% e os de pet shop 144%. De qualquer forma, independente do segmento, investir num e-commerce tornou-se algo próximo do indispensável para empresas ou marcas que vendam produtos. Comportamento do brasileiro adepto a e-commerce Houve uma mudança clara no comportamento desse consumidor. Se compararmos com o início dos anos 2000, quando o mercado de e-commerce ainda engatinhava, o que incentivava a compra online era a possibilidade de receber o produto em casa. E, a partir de 2010, o fator determinante tornou-se o melhor preço.Contudo, há um ou dois anos, o que mais tem motivado os usuários a comprar em e-commerce são os sites de busca e as redes sociais. Assim, sabemos que o público está mais conectado e ativo, especialmente por meio de smartfones.Tanto que existe uma nova...